SEJAM TODOS MUITO BEM VINDOS

Aqui é o templo sagrado, em que nos permitimos desfrutar o contemplar da Vida, do Amor, da Alegria, do Perdão, da Gratidão, da Felicidade Plena, da verdadeira Paz ... tudo de bom. Navegue à vontade, deleite-se e se entregue plenamente com todo seu Ser. Um cantinho de amor, realizado para todos nós.

QUEM SOU EU?

EU sou presença Divina da Paz. Eu sou o EU

EU sou presença Divina da Luz. Eu sou o EU

EU sou presença Divina do Amor. Eu sou o EU

EU sou presença de Deus em ação. Eu sou o EU

EU sou a porta aberta do meu coração, que, nada, nem ninguém pode fechar. Eu sou o EU.

MEDITAÇÃO

A BENÇÃO DA MEDITAÇÃO
 
Emancipação ou libertação da escravidão e servidão é afinal o que o espírito humano anseia. Do ponto de vista do seu espírito, a escravidão abrange os anexos em sua vida, tais como sexo, bens materiais, dinheiro, poder e tudo o que eles trazem impedindo-o de ser livre. Servidão tem a ver com as formas com que o seu ego (ou coleção de identidades) e seus laços cármicos o prendem a realidade que você experimenta, limitando assim o seu crescimento humano. Então a pergunta é: Como você pode libertar o seu espírito e ao fazê-lo, perceber o seu potencial humano ?

Tornar o corpo consciente

No Taoísmo, se você meditar para a sua saúde, alívio do estresse, metas de alto desempenho ou buscas espirituais mais elevadas, a viagem se torna sistematicamente progressiva para tornar o corpo consciente. Este processo de despertar deve ser desenvolvido em um grau relativamente elevado a fim de envolver o equilíbrio da meditação, em que é necessário muito mais estabilidade emocional e mental. Durante todos os micro passos do processo, quatro habilidades primárias formam a base de todas as práticas de meditação mais avançada, mesmo a taoísta ou qualquer outra forma genuína de meditação. Usando uma estratégia pragmática, qualquer um pode aprender a meditar, aprimorar, aperfeiçoar e aumentar a eficácia da sua prática atual.

As quatro habilidades primárias

Os quatro habilidades primárias que permitam todas as formas de meditação são:
Presença: A capacidade de estar no AQUI e AGORA.

Consciência: A capacidade de estar consciente do que é.
Foco: A capacidade de orientar e dirigir a sua consciência.
Concentração: A capacidade de ficar no ponto e, assim, gerar um continuum de consciência unificada (pelo menos até certo ponto).

Tornando-se presente

Sua capacidade de usar a meditação como uma ferramenta para criar a mudança é regida pela qualidade de sua prática e a qualidade é governada por sua capacidade de estar presente. Presença é a estrutura subjacente que suporta os métodos mais elevados e muito mais sutis de meditação. Quando você medita por uma hora, você pode realmente estar presente apenas por cinco minutos, talvez mais, possivelmente menos. Apesar de tudo o que está presente na meditação e por quanto tempo você governa o potencial resultado do seu esforço.
Por definição, o mestre autêntico (um direito que se tornou totalmente debatido e completamente explorado no Ocidente) é capaz de estar continuamente presente e, portanto, pode muito poderosamente afetar o assunto de sua atenção. Iniciantes (que todos nós somos, em diferentes graus, até que nos tornemos mestres) flutuam dentro e de fora da consciência, criando uma experiência de esconde-esconde intermitente. Se compararmos esta finalização e a presença em declínio como um acelerador de um avião na pista, a aeronave nunca levantaria voo porque as rotações do motor não produziriam empuxo ou a velocidade necessária.
Na prática da meditação, cada etapa do seu desenvolvimento requer níveis cada vez mais sutis da presença de energia. Você começa a se tornar presente para o seu corpo, mas logo se aprofunda nos reinos mentais e emocionais dentro de si mesmo. Tudo isto está muito bem, mas despertar para os detritos emocionais e mentais incrustados em seu corpo pode criar um passeio de montanha-russa para a mente, causando dissociação ao oposto de estar presente. Não há dúvida de que pode ser um desafio permanecer presente quando a mente encontra os reinos emocionais e / ou mentais, quer do passado (por exemplo, memórias, traumas ou de análise), ou no futuro (por exemplo, esperanças, medos ou planejamento).
Quando estas energias armazenadas no corpo são contatadas elas são carregadas energeticamente ou emocionalmente, muitas vezes oscilam na mente como um pêndulo entre o passado e o futuro. Então você precisa de uma âncora, um ponto focal no qual concentrar sua mente e permanecer no momento presente “o seu corpo físico”. Manter a mente firmemente enraizada no corpo físico permite a liberação de energias emocionais e mentais que permaneceram presas na carne, sem a necessidade de viajar com elas. É por isso que a tradição do uso da água pelos taoístas têm tanto crédito para transformar o corpo consciente.
A consciência nasce da presença. Quando sua capacidade de se manter presente estiver desenvolvida em um grau razoável, você se torna mais consciente. A consciência do que está acontecendo em um determinado momento pode parecer uma função muito básica da mente, mas muitas pessoas estão se tornando cada vez mais desconectadas do seu corpo, emoções e estado de ser, a ponto de ser uma epidemia. Quase tudo na cultura ocidental moderna cria dissociação do corpo e outros níveis do nosso ser através de drogas (seja farmacêutica, jurídica (leis/regras) ou narcótica), tecnologia da informação, entretenimento, alimentos (se é que você pode chamar de comida o que está disponível) a maneira impessoal de interagir com nossos companheiros seres humanos diariamente.
A consciência do que é define as bases para a mudança e cria o impulso necessário para entrar nos reinos onde realmente resolvemos os problemas que encontramos. Basta tentar ficar consciente enquanto você está se distraindo… Se você não está ciente de qualquer estado particular, você não pode mudar esse estado. É por isso que a aceitação é uma etapa importante em todos os programas de cura. Por exemplo, até que alguém reconheça que é um alcoólatra tornando-se consciente da repetição do seu comportamento padrão, ele pouco vai fazer para mudar o status quo.
Quando você concentra sua mente em qualquer parte do corpo, a energia e o sangue são atraídos para aquele lugar. A energia segue a intenção da mente e o sangue segue a energia. Com o aumento da energia e do fluxo de sangue, o ponto focal é inundado com energia e nutrientes de suporte a vida, que juntos, melhoram as sensações sentidas nessa área localizada. Com esta conscientização, podemos sentir profundamente as sensações mais sutis neste espaço, não só a mais densa que está sob a superfície.
Sentindo que o seu corpo não só muda conforme você se concentra nele, mas permite-lhe ir mais fundo em seu ser, especialmente nos reinos emocionais e mentais. De lá, você pode começar o processo de reconhecimento de seus estados emocionais e mentais. Esta consciência é o que permite que você finalmente possa deixar ir tudo o que é negativo ou que diminui a vida. (É claro que isso não diz nada se o processo vai ser fácil ou difícil).

Expandindo a Sua Consciência

Nos estágios iniciais, simplesmente reconhecer o que é negativo ou prejudicial para o seu desenvolvimento tendo a vontade de deixar ir seja o que for pode ser o suficiente para lhe enviar ao caminho que se alinha com os seus desejos e aspirações mais profundas.

Direcionando Seu foco

O foco orienta a sua presença e consciência para um determinado assunto de sua escolha. À medida que sua mente se torna cada vez mais presente e consciente através da prática regular e contínua, a sua capacidade de se concentrar também vai melhorar. Inicialmente, você desenvolve o foco rígido ou laser, onde graus progressivos de sua mente são reunidos como em um córrego e podem então ser aplicados para remover os bloqueios em seu corpo. Você pode pensar em raios solares sendo refinados em um feixe fino por uma lupa. O próprio Sol não é forte o suficiente para inflamar a palha seca, mas através da lupa você pode amplificar a intensidade do calor para o ponto escolhido. Quando a mente está flutuando ou desfocada, você perderá qualquer oportunidade para criar uma mudança Por outro lado, quando a sua mente está presente, consciente e orientada, você pode criar a mudança pretendida. Com o tempo e com a prática, o seu foco pode se transformar de um tipo rígido/laser para um tipo suave, relaxante.
Para fazer a mudança com um enfoque mais suave, você deve desenvolver a sua capacidade de direcionar mais e mais a sua mente para um fluxo de consciência e tornar-se confortável neste estado focado. À medida que você relaxar na experiência, você pode mais facilmente mantê-lo e fazer a mente parar de segmentar. Inicialmente, todo o seu esforço é necessário para reunir a sua mente e se concentrar, mas com persistência descontraída em breve você perceberá que pode sustentar uma mente focada com pouco esforço e finalmente sem qualquer esforço.

Criando um Fluxo de Concentração

A concentração é o meio pelo qual o seu foco pode ficar no ponto e ser contínuo. O grau em que você pode se concentrar determina os resultados que você vai obter através de sua prática de meditação ou em qualquer empreendimento na vida. A concentração pela força de vontade só pode ser alcançada em rajadas curtas, uma vez que cria uma tensão que inevitavelmente provoca estresse acabando por quebrar a concentração. Portanto, em uma abordagem mais suave os resultados serão melhores. No entanto, se o seu foco não está suficientemente desenvolvido, então você vai flutuar para dentro e para fora. A fim de gerar um fluxo de concentração contínua (uma das primeiras definições da meditação), você deve desenvolver o foco:
  • O foco surge da consciência.
  • A consciência surge a partir da presença.

Aprendizagem Cíclica

No Tao, a arte da aprendizagem ocorre em ciclos em vez de progressão linear e como qualquer praticante sabe, o desenvolvimento de habilidades práticas mais sofisticadas é impulsionado pelo curso de seu crescimento. Você não pode desenvolver total e completamente um aspecto da meditação no corpo, mente ou energia, sem todas as outras habilidades serem desenvolvidas em conjunto.
Você começa com as práticas de estar presente e segue treinando até certo grau, não ao ponto da perfeição (o que não é possível de qualquer forma), mas até que você possa identificar claramente algum nível de progresso. Então, você continua no ciclo da prática de sensibilização, junto ao desenvolvimento do seu foco e, finalmente, da sua capacidade de concentração. Quando você rever as práticas de presença, a sua capacidade de estar ciente, estar focado e se concentrar também terá crescido, podendo ampliar e aprofundar sua capacidade de estar cada vez mais presente.
É impossível separar completamente as quatro habilidades primárias uma vez que estão intrinsecamente ligadas. Então, através do envolvimento ou prestando atenção em uma, você vai desenvolver automaticamente todas as outras em algum grau.
Na meditação tradicional de Lao Tzu, o praticante trabalha em círculos em torno do tempo, repetidamente, lentamente, afundando cada vez mais nas profundezas de sua mente e estando presente em cada revolução. No entanto, a profundidade que você vai conseguir não é regida pelas práticas em si, mas sim pela sua paciência e resistência de treinar regularmente ao longo do tempo.
©Paul Cavel
Fonte Origem: wakingtimes      A Luz é Invencível


MEDITAÇÃO - Brian Weiss



A VERDADEIRA NATUREZA DA MEDITAÇÃO


Amado, gostaria de lhe falar sobre o que é chamado de meditação.

Não há um dia que passe, que você não gaste algum tempo em meditação, pois há vários estágios do que você chamaria de meditação.

Se for somente por um momento, quando você faz uma pausa nos primeiros momentos de sua manhã para ver a beleza da luz, que vem a cada amanhecer, quando você faz uma pausa e reflete sobre o Filho sagrado que você vê no espelho, quando você se permite relaxar e inspirar profundamente o sopro do Espírito sagrado que você é, isto é um instante de meditação.

Não tem que ser o que você veria como um ritual, de se sentar com uma determinada postura, sentar-se por um período de tempo, acender uma vela ou um incenso. Tudo isto são belas adições para a meditação e são belas maneiras de trazer o próprio foco à conexão com o Espírito e o Amor que você é, mas eles não são a meditação.

A cada momento do seu tempo, pratique a Presença de saber que você é Deus.

A cada atividade que você fizer, faça uma pausa por um momento e pergunte: “Quem está fazendo esta atividade? Quem está respirando? Quem está se movimentando? Quem está tocando?”

Esteja muito presente com aquilo que estiver fazendo e saiba que esta Presença é a Vida de Deus neste plano.

Quando você olhar para o outro e sorrir para ele em saudação, faça uma pausa e se pergunte: “Quem está sorrindo?” E saiba que é o seu Pai Celestial se expressando neste plano como você. Você está vivendo a Vida do seu Pai Celestial neste plano.

A cada passo que você der, é um passo que Ele dá. Cada sorriso que você troca com o outro, é o sorriso do Amor do Pai Celestial. A cada momento, pratique a Presença de Deus. Pratique a Presença do Amor, de quem você é.

Reconheça a Presença da Alegria que você é, nas próprias notas da música que você canta – seja ela vista como cantada, se ela é vista como riso, ou como uma mensagem de amor para o outro, de apoio para o outro, pois aquela pessoa pode estar passando por uma experiência e você lhe estende a sua mão, seu ombro em que chorar, seu sorriso para incentivá-lo, para dizer-lhe: “Eu vejo, mas eu vejo uma visão mais ampla e sei que somos filhos de Deus. Você é o filho de nosso Pai Celestial também, e Ele não irá abandoná-lo.” 

Pratique a Presença de Deus a cada momento, pois você vive a Vida de nosso Pai Celestial neste plano.

Quando você reservar momentos tranquilos chamados de prece, de meditação, comece com a respiração, estando muito presente com a respiração.

Inspire a luz branca e dourada que você é. Contemple a respiração. Sinta a energia com a qual você se funde a cada respiração. Sinta o Amor que você está expressando com a liberação de cada expiração. Torne-se um com a respiração.

Contemple a natureza de Deus. Pense sobre como você sentiu Deus, o que lhe foi ensinado. Passe por estes pensamentos, porque eles serão os conceitos que você reuniu para si mesmo em sua jornada, mas saiba que estes são conceitos. Eles não são Deus. Eles são idéias de Deus.

Contemple o conceito do Pai, de nosso Pai Celestial. Como isto muda o conceito?

Contemple as palavras, os pensamentos, até que não haja palavras ou conceitos. Há apenas um sentimento de paz, o sentimento de alegria, o sentimento de liberação.

Pois isto o leva ao que chamaremos de próximo passo na meditação: o espaço de comunhão, onde você ultrapassou palavras, conceitos e idéias e chegou ao espaço onde você experiencia a comunhão com o Um que você é. Há uma paz duradoura e profunda, o sentimento de estar no fluxo da energia que você é.

Você está vivendo neste momento, no espaço do Coração. Habite no coração e ouça.

A voz tranquila e suave da qual eu falei pode ser ouvida neste espaço. Ela não pode ser ouvida no rugido e barulho do mundo, em todas as atividades com que a humanidade gosta de se envolver. Ela é ouvida no silêncio e na paz do que você denominaria como prece ou meditação, na comunhão com o Um que você é.

Ela está retornando a este espaço de consciência de quem você é. Não é que você tenha que buscar ou procurar algo que esteja perdido, pois nunca esteve perdido. Está dentro de você e sempre esteve com você, porque é você.

Deus o encontrou. Não é que você tenha que buscar Deus. Deus já o encontrou.

Em seus momentos de silêncio no que você chamou de primeiro estágio de meditação contemplativa, diga ao seu Pai Celestial: “Eu estou aqui. Você me encontrou e eu O encontrei, como você o perceberia, há muito tempo, porque você nunca esteve perdido” 

Neste espaço de comunhão haverá um fluxo, um fluxo de Amor que você irá sentir.

Pode haver uma palavra, pode haver uma mensagem, pode haver uma liberação ou o sentimento de paz. Isto não chegará com grande ostentação. Será ainda a Voz tranquila e suave. Ela chega de muitas maneiras. Pode vir apenas como um suspiro, como a respiração profunda que diz ao corpo: “Tudo está bem.”

Pois, realmente, tudo está bem. Você é amado com um Amor infinito e você nunca esteve perdido.

Ao viver neste espaço de comunhão, traga isto então com você, em todas as suas atividades do dia e da noite, e saiba que o espaço onde você está é uma terra sagrada, pois onde você estiver, estará em comunhão com Deus e Deus estará aí.

Você está sempre nos braços do Amor infinito que você é. Você não pode estar separado do Amor que você é.

É somente no que você veria como o seu foco de atenção, onde você coloca momentaneamente o seu foco em outro lugar, é que você se sentirá como se estivesse separado e, no entanto, você nunca esteve separado. Onde quer que você vá, você é o Deus do seu ser. Você é o filho do seu Pai Celestial.

No que é conhecido como meditação contemplativa, você pode usar a chama de uma vela ou os frutos do campo, qualquer coisa que esteja a sua frente, e o contemple para conhecer a sua natureza, e você conhecerá a sua própria natureza.

Você verá o Cristo em uma maçã. Você verá o Cristo em tal coisa como uma formiga. Você verá o Cristo em um pássaro, em seu irmão, em sua irmã. E, verdadeiramente, você não poderia contemplar o Cristo em qualquer coisa que você visse, como estando fora de si mesmo, se você não fosse você mesmo. Você é o Cristo encarnado, expressando-se.

Permanecer no silêncio do que denominamos como meditação contemplativa irá levá-lo do espaço da mente, para o espaço do Coração, onde reside o sentimento da paz, onde o Amor que você é, é conhecido. Este é o espaço da comunhão com a Unidade que você é.

A partir do espaço de comunhão, há aqueles que experienciaram a unidade consciente com o que tem sido chamado de Deus, ou Princípio Criativo. Eles compreenderam a Unidade de Todos e se conheceram conscientemente para viver como a Luz ilimitada que nós somos.

Isto aconteceu em nossa história para alguns que vocês conheceram como mestres e como salvadores, aqueles que tenderiam a se colocar acima de você, para ser exaltado e adorado. Mas isto aconteceu para aqueles que você veria como irmãos e irmãs que estavam levando vidas cotidianas e isto iria acontecer para eles, talvez uma ou duas vezes na vida.

Mas, eu lhe digo: há um grande despertar neste plano, onde a unidade consciente que foi conhecida, como você a veria em sua história, e foi conhecido apenas por alguns, está agora sendo conhecido por muitos.

Será o espaço onde você vive, o espaço do qual você veio, o espaço do qual você saiu para compartilhar com outros a Luz que eles são, também. Você terá a consciência do Amor que você é, a totalidade muito dinâmica do Amor que você é, a própria energia que você é. E você a compartilhará com outros, de tal forma que eles serão inflamados – “ligados”, como o seu mundo o chama.

Amado, realmente, você é a Luz do mundo.

Permita que a sua Luz resplandeça com um esplendor, que é tão intenso que outros irão lhe perguntar: “Qual é o segredo que você conhece?”

E você compartilhará com eles o segredo – e, no entanto, não é um segredo – de estar muito presente a cada momento, de viver este sonho, como eu o chamei, desperto. Não adormecido como muitas vezes você fez antes, mas vivendo este sonho em um estado de vigília, em um estado de percepção da Luz que você é. Realmente, você é maravilhoso.

O Amor que você é, é ilimitado. É irrestrito.

Até você, em seus momentos de desespero, não pode contê-lo. Você não pode mudá-lo. Você não pode alterá-lo.

Você é a Luz do mundo.

Medite na Verdade do seu Ser. Pratique a Presença de quem você é.

Que assim seja!
Jeshua ben Joseph (Jesus), expressando-se através de Judith Coates.

Direitos Autorais 2012 Universidade Oakbridge.
O material de Oakbridge é protegido por direitos autorais, mas gratuito para qualquer pessoa que queira usá-lo, contanto que os créditos apropriados sejam listados, incluindo o nosso endereço:www.oakbridge.org 

MEDITAÇÃO - EXERCÍCIO DE RELAXAMENTO PROFUNDO



MEDITAÇÃO ATRAVÉS DA RESPIRAÇÃO - POR DEEPAK CHOPRA 

Trata-se de uma técnica simples de desencadear um estado de relaxamento profundo de corpo e mente. À medida que a mente se aquieta e permanece desperta você vai se beneficiar de um estado de consciência mais profundo e tranquilo.
1. Antes de começar, encontre um local silencioso em que não vá ser perturbado.
2. Sente-se e feche os olhos.
3. Concentre-se na respiração, mas inspire e expire normalmente. Não tente controlar ou alterar a respiração deliberadamente. Apenas observe.
Ao observar a respiração, vai ver que ela muda. Haverá variações na velocidade, no ritmo e na profundidade, e pode ser que ela pare por um momento. Não tente provocar nenhuma alteração. Novamente, apenas observe.
Pode ser que você se desconcentre de vez em quando, pensando em outras coisas ou prestando atenção aos ruídos externos. Se isso acontecer, desvie a atenção para a respiração.
Se durante a meditação você perceber que está se concentrando em algum sentimento ou expectativa, simplesmente volte a prestar atenção na respiração.
Pratique esta técnica durante quinze minutos. Ao final, mantenha os olhos fechados e permaneça relaxado por dois ou três minutos. Saia do estado de meditação gradualmente, abra os olhos e assuma sua rotina.
Sugiro a prática da meditação atenciosa duas vezes ao dia, de manhã e no final da tarde. Se estiver irritado ou agitado, pode praticá-la por alguns minutos no meio do dia para recuperar o eixo.
Na prática da meditação você vai por uma de três experiências. Mas deve resistir à tentação de avaliar a experiência ou sua capacidade de seguir as instruções, porque as três reações são “corretas”.
Você pode se sentir entediado ou inquieto, e a mente vai se encher de pensamentos. Isso significa que emoções profundas estão sendo liberadas. Se relaxar e continuar a meditar, vai eliminar essas influências do corpo e da mente.
Você pode cair no sono. Se isso acontecer durante a meditação, é sinal de que você anda precisando de mais horas de descanso.
Você pode entrar no intervalo dos pensamentos… além do som e da respiração.
Se descansar o suficiente, mantiver a boa saúde e devotar-se todos os dias à meditação, você vai conseguir um contato significativo com o self. Vai poder se comunicar com a mente cósmica, a voz que fala sem palavras e que está sempre presente nos intervalos entre um pensamento e outro. Essa é a sua inteligência superior ilimitada, seu gênio supremo e verdadeiro, que, por sua vez, reflete a sabedoria do universo. Tudo estará a seu alcance se confiar na sabedoria interior.

 PRINCIPAIS PASSOS COMUNS A MAIORIA DAS TÉCNICAS DE MEDITAÇÃO:


1. Progressivamente relaxe todos os músculos do corpo e deixe diminuir todas as tensões. Ter uma postura confortável, sentado, ajuda muito.



2. Sem qualquer esforço, deixe os pensamentos que vêm e vão, passar até que gradualmente se desvaneçam. Para alcançar um estado de tranquilidade consciente, pode-se em primeiro lugar manter a atenção totalmente focada na repetição de um mantra escolhido, observando-se voluntariamente a chama bruxuleante de uma vela ou os meandros de uma mandala, ouvir um som suave ou música, ou seguir atentamente o movimento da própria respiração, até ao ponto em que o monólogo interior do pensamento de uma pessoa é o silêncio. Permitindo que o foco consciente da pessoa passe para segundo plano, rompe-se lentamente com o que chama primeiro a atenção, e então, pode surgir a sensação de estar a sonhar acordado ou a de ter a cabeça nas nuvens, mas este é um estado de distanciamento com a atividade da mente, em profundo silêncio consciente.



3. Tente ficar longe de qualquer espaço e referências de tempo como: onde é, onde precisa ir, o que aconteceu ontem, o que deve ser feito amanhã, e confiantemente passar para o estágio seguinte, no qual as impressões intuitivas, as imagens e inspirações podem espontaneamente surgir a partir de uma consciência expandida da alma. Há uma distinção subtil, mas clara, que permite distinguir esse estado de alma dos pensamentos e sentimentos usuais do nosso ego e da nossa mente centrada e hiperactiva; a essência da verdade, para nós, é muitas vezes sentida como um desencadear de ondas de felicidade e formigueiro, geralmente associado a arrepios.



4. Passivamente observe e contemple todos os fenómenos, visões e novas ideias que vão surgindo, sem nenhuma reacção mental, mantendo o seu estado de alerta e distanciamento.



5. Finalmente, ao regressar à consciência normal, reflicta sobre o significado mais profundo do que foi experimentado e anote o que parece mais importante, ou fale sobre isso com alguém, para que se lembre e interiorize.


AS RECOMPENSAS DA MEDITAÇÃO



"Quais são os frutos de uma meditação profunda? Para começar, o homem torna-se um ser pacífico. Não importa como a vida o trate, sua consciência permanece concentrada no interior do Eu. Krishna ensinou a Arjuna que ficasse ancorado Naquilo que é imutável. O único princípio imutável da criação é Deus. Tudo o mais está sujeito a mudar porque é apenas um pensamento-sonho Dele. Você e eu parecemos tão reais, e estes corpos tão substanciais; o mundo todo parece ser bem permanente. Contudo, esta aparente realidade não é nada mais que pensamentos condensados do Sonhador Cósmico. Como Ele, no momento em que retiramos a nossa mente deste mundo, o mundo para nós não existe mais. Quando colocamos nossa mente no Infinito, começamos a perceber o estado natural de nossas almas como expressões individualizados do Eu Cósmico.
Se Deus é amor, paz, sabedoria, alegria, nós então, sendo feitos à Sua imagem, temos a mesma natureza. Mas quem tem esse conhecimento de si mesmo? Toda noite, quando vamos dormir, durante algumas breves horas o Amado Infinito, em Sua compaixão, permite que esqueçamos este corpo, com todas suas preocupações e transtornos. Quando, porém, acordamos de manhã, imediatamente vestimos de novo a consciência de um ser finito, acorrentado por muitas limitações, hábitos, humores e desejos. Estando assim atados, não podemos nos conhecer com alma.
Uma maneira pela qual nos é possível romper os grilhões, as cordas ocultas que nos prendem a esta forma carnal, é a meditação. E a primeira prova da existência de Deus dentro de nós é a grande sensação de tranquilidade interior que gradualmente começamos a sentir.
À medita que vamos meditando cada vez mais profundamente, a consciência começa a expandir-se. Aí desperta o desejo de esquecer esta pequena forma carnal e ver o Eu em todos os seres. Queremos servir  aos outros, nasce o desejo de servir à humanidade desinteressadamente.
Ao meditarmos com regularidade por toda a vida, começaremos a perceber o grande oceano de amor que reside dentro de nós. A devoção por Deus nos conduz ao estado em que O conhecemos como Amor Cósmico, expressando-Se por meio de todas as manifestação humanas de amor. Sem o amor que vem Dele não podemos amar ninguém. Sem o poder que vem Dele não conseguimos nem mesmo pensar ou respirar. Entretanto, excluímos de nossa vida o próprio Ser de quem dependemos a cada minuto de nossa existência e apegamo-nos a este mundo como nossa propriedade." 



COMO MEDITAR - TÉCNICAS FÁCEIS E SIMPLES PARA SERENAR A MENTE





MEDITAÇÃO - LIMPANDO O PORÃO DO INCONSCIENTE



ÁLBUM COM 08 MEDITAÇÕES - Escolha a sua!








DÊ UM TEMPO DE 60 SEGUNDOS PARA SI


Neste vídeo, Neale Donald Walsch apresenta uma técnica muito simples, mas muito poderosa de meditação. Tirando 10 segundos, seis vezes ao dia para simplesmente estar consigo e restaurar nossa paz interior, conseguimos maior clareza, energia, vitalidade e retornamos ao nosso centro. 


DIA MUNDIAL DA MEDITAÇÃO
Mesmo que você ainda não seja adepto da prática milenar de meditação, sempre é oportunidade de começar. Sábado próximo, 29 de setembro, comprometa-se consigo mesmo. É o Dia Mundial da MEDITAÇÃO. Durante todo o dia nossas mentes estarão em conexão íntima com a Divindade, independente do burburinho externo. Passado o tempo da meditação propriamente dita, aquiete-se no restante do dia.  Num mesmo propósito, movendo-se numa mesma direção, você faz desta prática, um bálsamo em sua vida. 



Reúna-se em grupos (pessoas, amigos, familiares ...) e faça a transformação que deseja ver no mundo. 




GLOBO REPÓRTER DA REDE GLOBO EM 14.09.2012

Meditação ajuda mulheres na luta contra o desequilíbrio hormonal.

Pesquisadores da Unifesp apostaram na meditação, mas não esperavam um resultado tão promissor. Eles conseguiram praticamente acabar com o desconforto provocado pela menopausa. Meditar uma vez por semana foi suficiente para pacientes se sentirem bem.

MEDITAÇÃO DO AMOR UNIVERSAL 

Do livro: Budismo - Psicologia do Autoconhecimento, Dr. Georges da Silva e Rita Homenko




  

Metta significa amor incondicional, maneira sublime de viver.



Metta Bhavana é uma meditação de efeito seguramente benéfico: a mente fica revigorada, sua força torna-se maior e, finalmente, sublimada.



O mundo descontrolado e perturbado em que vivemos precisa mais dessa meditação do que em qualquer outro período da História.



A verdadeira paz será conseguida pelo mundo no dia em que todas as pessoas praticarem essa meditação; é ela um ensinamento fundamental em todas religiões e reúne a Humanidade num todo, transcendendo as diferenças de credo, cor e país de origem.

A maior contribuição que qualquer indivíduo isolado pode prestar à paz mundial é a sua prática regular na vida cotidiana. Esta meditação é tirada de um dos mais belos e populares discursos proferidos pelo Buda - Metta sutta. Este discurso indica com toda clareza a atitude mental que deve ser desenvolvida pela meditação; além de ser um objeto, ou suporte, para a meditação, é também um método de autodefesa.

Assim foi dito por Buda, o Iluminado:




O ódio não se destrói pelo ódio, destrói-se o ódio pelo Amor, esta é uma Verdade eterna.



Que eu seja feliz. Que eu possa me libertar de todo sofrimento. Que eu tenha saúde perfeita.



Que eu possa superar todos os meus defeitos. Que eu possa purificar a minha mente. Que eu seja feliz.



Que eu possa superar: a cobiça e a raiva; a dor e o lamento; a opressão e a ansiedade; a angústia e a inimizade; que a felicidade tome conta de mim!

Que eu possa desenvolver o Amor Universal: a bondade amorosa, a compaixão a todos os seres, a boa vontade e a não-violência, a equanimidade, a paciência e o contentamento. Que a felicidade tome conta de mim!

Que eu possa ultrapassar a decadência e a morte e me libertar da tristeza e lamentação, dor, pesar, ressentimento e desespero.

Que eu possa evitar o mal, fazer apenas o bem e purificar a minha mente, pois é este o conselho de todos os Budas.

Aquele que se esforça em fazer o bem e que deseja atingir o estado de tranquilidade, deve agir assim: deve ser hábil, correto, obediente, gentil e humilde. Alegre, fácil de contentar, que não se deixe afetar pelos assuntos mundanos, controlado em seus sentidos, discreto, não impudente e não demasiadamente apegado à família. Que nada faça que seja mesquinho e evite cometer o mais leve erro que os sábios possam censurar. Que todos os seres sejam felizes. Que estejam ditosos e em segurança.

Onde existir um sopro de vida, seja fraco ou forte, grande, médio ou pequeno, visível ou invisível, próximo ou longínquo, nascido ou por nascer, que todos esses seres estejam em segurança e felizes e possam por fim atingir a plena tranquilidade.

Que ninguém decepcione o seu próximo, nem despreze um ser mínimo que seja; que ninguém por cólera ou ódio deseje mal a outrem.

Assim como a mãe, que protegeria o seu único filho, mesmo com o risco da própria vida, da mesma forma, cultivemos um infinito amor a todos os seres.

Que cultivemos o Amor Universal e o projetemos em todas as direções do mundo, acima, abaixo e à volta, sem limite, com bondade amorosa e benevolência infinita a amigos, estranhos e inimigos.

Quando de pé, andando, sentados ou deitados, durante todo o tempo em que estivermos acordados, deveremos desenvolver a plena atenção mental e o amor universal. Isto, dizem, é a mais elevada conduta aqui.

Que não abracemos errôneos pontos de vista; virtuosos e dotados de introspecção, desta maneira superaremos o apego aos desejos dos sentidos.

Verdadeiramente, a felicidade será para sempre o meu destino.

Verdadeiramente, a felicidade será para sempre o meu destino.

Verdadeiramente, a felicidade será para sempre o meu destino.




PARTE II



1) Mentalize uma pessoa à sua frente e afirme (mentalmente) várias vezes: Que haja saúde. Que haja paz. Que haja felicidade.



2) Mentalize duas pessoas à sua frente e afirme (mentalmente) várias vezes: Que haja saúde. Que haja paz. Que haja felicidade.



3) Mentalize duas, três, quatro, cinco pessoas à sua volta sempre com as mesmas afirmações: Que haja saúde. Que haja paz. Que haja felicidade.



4) Mentalize toda a sua família à sua volta e afirme: Que haja saúde. Que haja paz. Que haja felicidade.

5) Todos os parentes, amigos, vizinhos e colegas e afirme: Que haja saúde. Que haja paz. Que haja felicidade.

6) Mentalize uma pessoa que, por ventura, você não goste dela, ou que esta pessoa não goste de você, e afirme várias vezes: Que haja saúde. Que haja paz. Que haja felicidade.

7) Devemos imaginar todas as pessoas do mundo que estejam feridas, doentes nos hospitais ou nas suas próprias casas, e vibrar com saúde e amor para estas pessoas afirmando (várias vezes): Que haja saúde. Que haja paz. Que haja felicidade.

8) Imagine todas as pessoas que por um, ou outro motivo estejam presas nas cadeias em qualquer país deste mundo e vibre em amor para estas pessoas: Que haja saúde. Que haja paz. Que haja felicidade.

9) Aumente cada vez mais o grupo à sua volta e perca a individualidade das pessoas.

10) Imagine que toda a humanidade esteja à sua volta, à frente e atrás, à esquerda e à direita - vibre em amor, afirmando: felicidade, felicidade, felicidade... (apenas com a palavra felicidade, mas tendo em mente saúde e paz também).

11) Imagine que todos os seres vivos estejam à sua volta.

12) Imagine que todos os seres de outros planos de existência, de outras faixas vibratórias estejam também à sua volta, acima e abaixo e vibre em Amor Universal, sentindo que as vibrações estejam saindo do seu ser para todas as direções e confins do Universo, afirmando várias vezes:

Que haja saúde. Que haja paz. Que haja felicidade.

Afirmações Finais:

Que todos os seres que estejam em sofrimento, possam se libertar do seu sofrimento.

Que todos os seres que estejam com medo, possam se libertar do seu temor.

Que todos os seres que estejam em lamentos, possam se libertar da sua lamentação.

Pela realização destas aspirações, que todos os seres, sem nenhuma exceção, possam se sentir verdadeiramente seguros e muito felizes.




O que é Meditação?


Dentre tantas e tantas definições que por aí vemos, técnicas mil, meditar para mim é você parar, silenciar sua mente, voltar-se para sua Essência Divina, e aí permanecer;  reconhecendo seu EU MAIOR que sempre foi.  E assim, todas as cores de bençãos se realizam. Há muitas técnicas; e para cada um há uma afinidade com essa ou aquela. Não importa qual a meditação que faça. Todas são eficazes, desde que haja uma entrega plena. Importante lembrar, que a meditação deve ser diária, para que os resultados benéficos aconteçam. Começarei a colocar aqui nessa página algumas técnicas. Escolha uma, e boa meditação!


Nos últimos dois anos (desde 2010) tenho realizado uma profunda limpeza em mim, com meus alunos e grupos afins, com a Meditação ''Subida ao Portal'' que pode ser feita, acessando o modelo abaixo (= modelo de uma sessão completa, disponível gratuitamente através da inscrição http://oportal.forumais.com/)



   

Descanse no colo do Divino Criador, com a Meditação Ho'oponopono na voz de Alexander McAllister. Tudo à respeito do Sistema o Portal, pode ser visto aqui  http://oportal.forumais.com/t2-o-sistema-o-portal 



Faz-se necessário um se ''religar'' antes da meditação propriamente dita. E isso é conseguido através de uma respiração consciente. Abaixo a respiração ''HA" onde você já é levado em conexão com sua mais bela e original Essência.


Utilize-se de uma técnica simples de meditação. Desnecessários técnicas grandiosas, bombásticas, de mil visualizações. Vá pelo simples, pelo sentir. O fundamental é você aprender a silenciar a tagarelice da mente, e centrar-se na Luz Divina chegando em você. Todo o mais, lhe vem por acréscimo do bem maior chegando em sua vida. Crie o hábito diário de meditar, como acordar, tomar seu desjejum, escovar os dentes, trabalhar ...  Inicie com poucos minutos, e aos poucos, naturalmente o tempo vai aumentando sem nenhum esforço. Se houver esforço de qualquer tipo, a meditação não flui. Dê preferência (caso não possa, não tem problema) a um horário específico do seu dia, onde você não seja incomodado por nada nem ninguém. Quando sua mente se pacifica, tudo acontece: paz, bem aventurança, harmonia, cura em todos os aspectos do seu SER.

Permita-se a esta prática milenar, não deixe para amanhã.



Gosto muito deste vídeo sempre bem humorado de ECKHART TOLLE, falando sobre Meditação.





Meditação Ho'oponopono - Liberando Crenças Limitantes com Regina Tavares


BENEFÍCIOS DA MEDITAÇÃO - FONTE http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=47128&op=all

1. Alivia a tensão e o estresse

2. Deixa a memória mais afiada

3. Combate a depressão

4. Protege o corpo de doenças

5. Diminui a ansiedade

6. Controla a pressão sanguínea

7. Reequilibra as emoções



Oito semanas de meditação provocam alterações cerebrais


Investigação sugere que a transformação é benéfica em saúde física e mental

2011-01-27
O trabalho mostra que as alterações presentes na estrutura cerebral podem estar relacionadas com esse rendimento. A autora da investigação, Sara Lazar, já tinha realizado estudos onde tinha encontrado diferenças estruturais no cérebro dos profissionais da meditação, ou seja, em pessoas com experiência neste tipo de práticas, em relação a outras pessoas sem antecedentes. As diferenças mais significativas verificaram-se na espessura do córtex cerebral, especialmente em áreas associadas à atenção e integração emocional.Uma equipa de psiquiatria do Hospital Geral de Massachusetts (EUA) realizou o primeiro estudo sobre como a meditação afecta o cérebro. As conclusões, recentemente publicadas no «Psychiatry Research», referem que a prática regular – até oito semanas – pode levar a alterações consideráveis em determinadas regiões cerebrais, relacionadas com a memória, a autoconsciência, a empatia e o stresse.



A investigação sugere que a transformação é benéfica para a saúde física e mental. Apesar de ser uma prática relacionada com a tranquilidade e o relaxamento, os médicos já confirmaram que “proporciona benefícios cognitivos e psicológicos persistentes durante um dia inteiro”, segundo referem os cientistas norte-americanos.




Na investigação corrente, a equipa utilizou imagens por ressonância magnética da estrutura cerebral de 16 voluntários, durante duas semanas antes e depois de realizarem um curso de meditação de oito semanas – programa definido pela Universidade de Massachusetts, para reduzir o stresse.



O curso previa reuniões semanais, que incluíam a prática de meditação consciente, centrada na consciência e sem prejuízo de sensações e sentimentos, os voluntários receberam gravações áudio para continuarem o exercício em casa.



Alteração da massa cinzenta



Cada participante passou 27 minutos por dia a meditar, praticando os exercícios recomendados. Respostas a um questionário assinalavam melhorias significativas, comparativamente às semanas anteriores. A análise das imagens por ressonância magnética mostrou uma evolução na massa cinzenta, localizada no hipocampo – zona cerebral implicada na aprendizagem, memória, estruturas associadas à autoconsciência, compaixão e introspecção.

Verificaram ainda uma diminuição da massa cinzenta na amígdala cerebral, o conjunto de núcleos neuronais nos lobos temporais, relacionados com a diminuição do stresse. Contudo, nenhuma destas alterações foi observada no grupo de controlo dos restantes voluntários, ou seja, nos que não praticaram meditação.



Segundo o grupo de investigação, os resultados mostram a plasticidade do cérebro e como, mediante a meditação, este se molda e altera, de forma a aumentar o nosso bem-estar e a nossa qualidade de vida. Os avanços abrem portas para novas terapias para pacientes que sofram graves problemas de stresse e stresse pós-traumático, por exemplo.

MEDITAÇÃO SOMOS TODOS UM 

Com a prática abaixo, sinta-se integrado com Tudo e Todos. Sinta simplesmente, e medite toda vez que achar necessário ''voltar ao centro'' e se alinhar com o Divino em você. Uma sugestão, é gravá-lo com sua própria voz, escutá-lo com olhos fechados; e/ou ter uma vela acesa, olhando fixamente nela. Sente-se relaxadamente como for melhor para você, e faça alguns ciclos inspirações profundas e exalações compassadas.   Boa prática!

Aqui, neste lugar seguro, sinta seu corpo sendo banhado por brilhante, intensa e tranquilizadora LUZ. Esta luz te deixa mais e mais relaxado, mais e mais leve. Direcione essa LUZ para dentro do seu coração, vibrando como se fosse a chama de uma vela.

Sinta a LUZ em profunda expansão... expandindo, expandindo, expandindo ... e você se sentindo totalmente imerso. Essa luz, com seus raios, brilhantes e luminosos, ativa todas as partes do seu corpo, NUTRINDO TODAS SUAS CÉLULAS.  Sinta que cada pedacinho do seu corpo é penetrado e envolvido pela luz divina.  Sinta seu ser amoroso, harmônico, e permita que o amor incondicional  se manifeste dentro do seu coração, e que se expanda infinitamente em todo seu Ser. Sinta a imensa alegria e vontade de abraçar o mundo. Sinta-se em união, integrado com todos os móveis, plantas, minerais, tudo o que o cerca, através do amor com todo o Planeta. 

Sinta, e compreenda qual é a sua verdadeira identidade. Você é o poder de Deus, o poder de agir, de construir tudo que assim deseje.  Aqui, você sente profundamente seu potencial divino de transpor todas as dificuldades, se olhando de frente, sem esmorecer, sem se desviar de seus propósitos de vida. Estimule e vibre nessa luz divina vinda do seu coração, tomando conta de todo seu corpo, e se expandindo até formar um poderoso campo de pura luz ao seu redor. Todas suas dificuldades, todas crenças limitantes estão sendo banhadas por essa luz, e limpas agora. Você se harmoniza com todo seu Ser, restabelecendo   a paz em todas as situações que vier daqui por diante. Suas dificuldades não mais existem. Você está liberto, você está curado, pela consciência presente da luz divina que emana de você, para você, e para todos os seres do planeta.

Findada a Meditação, no fluxo do SOMOS UM, assista ao vídeo


3 MITOS DA MEDITAÇÃO - Fonte http://mdemulher.abril.com.br/bem-estar/reportagem/auto-ajuda/3-mitos-meditacao-696225.shtml

Meditar é se concentrar em uma única coisa, como a respiração. Desvende alguns mitos da meditação e ganhe mais qualidade de vida



Você quer praticar, mas não consegue ficar muito tempo na posição de lótus? Não precisa. "O mais importante é estar sentada de um jeito confortável em um lugar tranquilo, mas pode ser simplesmente de pernas cruzadas em uma cadeira ou no sofá da sala", fala Alexandre Lopes, instrutor de meditação. Ele aproveita para desfazer outras lendas em torno do ato de meditar.
1. É preciso concentração.
Na verdade, o treino aqui é para se desconcentrar e deixar a mente em relaxamento profundo, focada em nada. Mais concentração é um benefício que vem com a experiência e a cabeça descansada pelo hábito de meditar.
2. Meditar é para budistas.
Nenhuma religião é pré-requisito ou barreira para a prática nem é preciso abandonar a vida material para se beneficiar dela. Hoje, até a ciência defende que a mente relaxada é um caminho para viver melhor e com mais saúde.
3. Requer tempo e um horário fixo.
Nada disso. O que você precisa é de alguns minutos - dez ou 15 por dia, para começar - para se conectar consigo mesma e esvaziar a cabeça. À medida que se adquire o hábito, fica mais fácil e a qualidade da editação melhora.




Por minha prática de meditação diária, acho interessante, realizar  Meditações Instantâneas de um Minuto , para retornar à consciência do presente.   O fundamental é a qualidade da meditação nos estados conturbados e oscilantes do dia a dia, e não a duração de tempo.  Faça alguns ciclos de respiração profunda e acenda a Luz Divina em você. Experimente a meditação abaixo:


4 comentários: